segunda-feira, 20 de maio de 2013

Dessas tais datas e desses tais dias.

Acho que desaprendi ou perdi o meu dom de escrever e de ver o lado bom das coisas.
Desde que você se foi, eu tenho me sentido tão vazio, tão sem rumo, tão sem motivo e as vezes me dá um nó na garganta, uma vontade de te ligar, só pra ouvir você falando: Alô?
e na mesma hora que me dá esse turbilhão de vontades, eu caio no desespero da insegurança, do desânimo e do medo do não.
Acho que é só isso, acho que é isso e tenho certeza daquilo, é, daquilo de que você marcou sua data na minha vida e creio que ela ainda está aqui, esperando você voltar para o assento cuja poltrona é destinada à você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget