sábado, 20 de abril de 2013

Amar não cansa.

Pois é normal a gente brigar e se cansar, é normal a gente odiar e perdoar, é normal, essa coisa de sentimentos aflorando não saem da normalidade de um talvez amor, essa pulsação é natural, os atritos, as diferenças, tudo é natural, tudo é plausível, tudo se encaixa quando querem que encaixe, o real problema é quando as pessoas desistem de tentar e atribuem a falha ao cansaço.
Amor não cansa, mesmo dilacerado de dentro pra fora e de fora pra dentro, não cansa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget